Sucesso Incômodo

05/12/2008 at 11:05 pm (Geral, São Paulo F.C.) (, , )


Por Artur de Oliveira

A torcida do tricolor paulista, apesar de uma representatividade númerica bem expressiva, não deve ser considerada de massa não pelo seu contingente quantitativo, mas especialmente porque a expressão massa advém, na seara futebolística, de algo sem identidade e sem controle, que impulsiona seus atos por motivos quase sempre passionais. A torcida do clube da capital paulista raramente se envolve em atitudes dessa natureza, o que faz com que a improbabilidade de se repetir com os tricolores aquelas cenas lamentáveis de corintianos aos prantos e descontrolados na bandeja da exploração midiática seja muito elevada. E isso faz com que os torcedores do time supramencionado não tenha laços estreitos com os meios de comunicação.

Além disso, o que torna o São Paulo pouco atrativo para a mídia nacional é o fato de seus dirigentes não estarem envolvidos com nada ilícito dentro e fora das atividades futebolísticas, seus jogadores não protagonizarem atitudes insensatas dentro e fora dos campos, além do clube também ter uma política de auto-preservação contra os tentáculos da imprensa, encabeçada pelo seu técnico, Muricy Ramalho, que abertamente mostra seu descontentamento quanto à postura agressiva da imprensa de abordar os prováveis tri-campeões brasileiros de qualquer forma. A costumeira cutucada de Muricy nas coletivas pós-jogos deixam os jornalistas furiosos, apesar da maioria tentar transparecer bom humor diante do mencionado.

E por fim, o que deixa os ditos especialistas futebolísticos incomodados com o destaque do clube paulista nas últimas três edições do Brasileirão é o fato do time não ter nada de especial senão a vontade quase compulsiva do técnico e dos jogadores de trabalharem pragmaticamente em busca de um objetivo. E por que incomoda? Pelo fato do clube vencer pelo esforço, pela competência, pelo pragmatismo de um esquema tático que expõe certa falta de qualidade em alguns setores, compensada por uma incrível capacidade de atenuá-la e, especialmente, vencer campeonatos. Isso deixa os saudosistas do futebol arte e dos tempos de grande identificação entre craques e as massas de torcedores extremamente irritados. A despeito do saudosismo, o São Paulo entra para ganhar de 1×0 ou empatar, se necessário. Duas palavras que o brasileiro desconhece como meios de sucesso: pragmatismo e trabalho compulsivo.

Fonte: Raciocínio Crítico

Anúncios

1 Comentário

  1. carlos cesar oliveira da fonseca said,

    parabens pelo comentario sobre o SPFC. pois vejo o SPFC como um time Europeu(claro dentro dos limites) e claro que a torcida acostumada à muitos titulos acaba ficando mais acomodada
    abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: