Sport 1 x 2 São Paulo – Risco desnecessário e vitória de campeão

16/08/2009 at 7:18 pm (São Paulo F.C.) (, , )


Tricolor tem 2 expulsos e ainda assim vence em Recife

Não era um jogo fácil, mas também não se esperava um final tão nervoso.

O “Jason” Tricolor começou a partida jogando de igual para igual no caldeirão da Ilha mas logo notei uma certa “lentidão” em toda equipe, principalmente na parte ofensiva.

Talvez o gramado alto somado ao calor nordestino fez com que houvesse uma recomendação em não fazer do jogo uma correria estafante, para não serem derrotados pelo cansaço. O time segurava a bola e não tinha a menor pressa nas jogadas e cobranças de bola parada.

O jogo seguiu e os lances perigosos foram poucos. Num erro da defesa adversária deixou Borges sozinho para receber o cruzamento e tocar de cabeça para Washington abrir o placar.

Detalhe: Após o gol, Borges, com uma empolgação de velório, festeja com displicência enquanto Washington é quem vem ao seu encontro para festajar o gol. Eu acho que temos um “atacante mascarado” na equipe. Acho que a diretoria deve começar a pensar numa substituição…

Sem cornetagem, mas eu vejo um Borges insatisfeito na equipe, e talvez no clube. Não é apenas questão de titularidade, pois quando entra, joga abaixo da média e quase não corre em campo. Não ajuda a marcação, perde bolas seguidamente, enfim, não há dedicação. Ele só quer finalizar pro gol.

No segundo tempo a equipe some e vê o Sport jogar. Miranda e depois Renato Silva são expulsos por lances banais e o empate acontece, para desespero do torcedor tricolor. Um jogo que estava na mão torna-se um pesadelo, agora com possibilidade de derrota.

Hugo entra no lugar do mimado Borges (que nem fica no banco para ver a vitória da equipe) e salva a pátria Tricolor.

Junior Cesar rouba a bola e arranca por todo o campo e cruza para Hugo definir de cabeça e decretar a vitória aos 46 minutos do 2º tempo.

Um jogo que podia ser de vitória, virou de empate, acabou com a sensação de que saímos “no lucro”.

Abdicamos de jogar e deu nesse sofrimento todo.

Hernanes não apareceu e prendeu muita a bola. Tem uma dificuldade enorme em fazer lançamentos e observar a movimentação do time.

Hugo pode ser o atacante no lugar de Borges. Se um reclama à toa, outro está aí com sorte e com vontade de jogar.

Adrian teve participação discreta e deve ter estranhado a lentidão da equipe em relação ao futebo argentino. Merece outras chances.

Sobre as expulsões, uma constatação lógica: Quando o ataque não fica com a bola, a defesa tem que trabalhar mais e consequentemente cometer mais faltas. Miranda e Renato Silva não tiveram tanta culpa assim. O ataque é que incentivou as expulsões.

*Atualização: Não posso esquecer da bela atuação de Junior Cesar, autor do último lance que resultou no gol da vitória. Para mostrar que o apoiador também é fundamental numa equipe vencedora.

sport1_2spfc

Anúncios

1 Comentário

  1. RHAWKS said,

    EH ISSO AE, JR. CESAR TAH JOGANDO PRA KCT!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: