Grêmio 1 x 1 São Paulo – No limite da fé

04/11/2009 at 11:33 pm (São Paulo F.C.) (, , , )


Tricolor perde a paciência e empata o jogo

Era para ser um jogo difícil e acabou quase impossível.

O São Paulo começou bem a partida e mostrou querer trazer 3 pontos para casa. A postura do time foi o de sempre, com força de marcação e ataque tímido.

Dagoberto errou passes como era de se esperar. Washington parado na grande área esperando receber bolas.

Arouca que jogou pelo meio foi bem. Tocou rápido e procurou os atacantes para lançar e tabelar. Jogou mais em progressão que o próprio Hernanes, nosso volante-meia-camisa 10 oficial.

Mesmo assim saímos atrás no placar com um gol sofrido pelo alto, em cima de Hernanes, começando o sofrimento.

Esse time tem uma força ofensiva muito fraca. A falta do camisa 10 ágil e rápido nas jogadas deixa nossos atacantes isolados e pouco participativos. Bolas e mais bolas são roubadas do adversário que nós não aproveitamos nos contra-ataques. Somado a erros grotescos de passes o time não progride em campo. Sai lento e beneficiando o adversário.

E essa lerdeza e falta de futebol irrita o próprio jogador. O zagueiro se cansa de defender, o meia cansa de tocar errado e correr atrás de marcação, o atacante se cansa de correr atrás de bola mal passada.

O time não atinge o objetivo rapidamente e fica a mercê da tensão em 90 minutos de jogo.

O SPFC joga atualmente para marcar aos 80 minutos de partida… É completamente normal para este time.

O empate foi num lance de sorte de Dagoberto que teve o chute desviado pelo zagueiro, enganando seu goleiro. Se a bola não se desviasse talvez o gol não sairia.

Rogério fez defesas importantes nos contra ataques gremistas. Numa ele defendeu em cima da linha.

Borges entrou aos 15 minutos do 2º tempo e mostrou-se um jogador que não muda seu apagado modo de atuar. Corre, tromba, tenta seus chutes inofensivos e hoje, foi expulso. Ficou 15 minutos em campo e agrediu o adversário. Aos 32 é a vez de Dagoberto, que estava sumido em campo, depois de um carrinho no gremista. E aos 40 minutos foi Jean, levando seu 2º amarelo na partida e deixando o SPFC com 7 jogadores  na linha.

Realmente um jogo pra esquecer. 1 ponto foi o que valeu, mas o futebol foi lastimável. Pro mais otimista, uma vitória heróica. Mas que precisa de muito puxão de orelha por parte de Ricardo Gomes e comissão técnica, isso precisa.

Não define o jogo, não pode perder a concentração. E hoje quase tudo foi pras cucuia…

Mesmo no limite, somente a fé justifica o resultado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: