São Paulo 1 x 0 Palmeiras – Primeiro clássico vencido e tabu mantido

26/05/2010 at 11:01 pm (São Paulo F.C.) (, , , , )

Tricolor vence primeiro clássico e se fortalece

Não foi bem um jogo de empolgar os torcedores já que houve muita marcação forte das duas equipes.

O SPFC começou o jogo com o espírito que Fernandão trouxe para a equipe, com convicção pela vitória, com confiança no ataque.

No primeiro tempo, de poucas oportunidades, Marlos e Dagoberto não foram tão eficientes como nos últimos jogos. Fernandão muito marcado não teve com quem jogar e Hernanes voltou a prender como “não” deve fazer.

Apesar da precipitação ofensiva, R.Ceni não teve maiores problemas com a zaga bem postada e Xandão fazendo outra boa partida.

No segundo tempo, já sem Marlos que saiu contundido, o time voltou apático e deu espaço para o Palmeiras crescer.

Por um momento o jogo ficou feio e teve lampejos daquele SPFC que não queremos ver. Prendendo demais a bola, jogadores “fominhas”, pouca movimentação…

Depois de várias tentativas, Fernandinho consegue um boa jogada pela esquerda, avança pela área e toca para Fernandão, oportunista e ligado na jogada, desviar pro gol!

Detalhe: apesar das críticas que Fernandinho recebe, eu acredito que pode render muito mais no time. Uma sequência de jogos e ele pode ser uma arma poderosa na meia esquerda, desde que corrija suas “esfomeadas”. Reparei também que briga diretamente com Dagoberto pela posição. Dago reclamou muito das jogadas do companheiro quando este não tocava a bola… Espero que todos que entram em campo sejam apoiados pelos companheiros. Chega de picuinhas e disputas na base do grito.

Depois do gol o Palmeiras se lançou ao ataque e o SPFC recuou de vez. Cicinho cometeu um pênalti que R.Ceni defendeu para o torcedor vibrar como se fosse um segundo gol.

Diante da boa e atípica atuação nos últimos jogos, este destoou um pouco. Ficou abaixo da média mas nada de anormal. Nem sempre vai dar pra jogar bonito ou ganhar de goleada. Hoje era um clássico que além da vencido, manteve um tabu verde, intacto há 8 anos.

Link permanente 4 Comentários